Ação Infância e Vida mobiliza BB em apoio a crianças com câncer

Na data em que celebra o Dia Nacional do Voluntário, 28 de agosto, o Banco do Brasil iniciou a quinta edição da Ação infância e Vida, campanha de combate do câncer infantojuvenil, com foco no diagnóstico precoce da doença. O objetivo é fortalecer o trabalho das 50 instituições filiadas à Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência às Crianças e Adolescentes com Câncer - Coniacc, parceira da iniciativa.

Desde 2015, a Ação Infância e Vida arrecadou cerca de R$ 2,5 milhões, que foram repassados pela Coniacc às suas filiadas e utilizados para o custeio de despesas do dia a dia e para pequenos investimentos, tais como aquisição de bens e melhoria das instalações das Casas. Veja como a campanha deste ano é estruturada:

As crianças e adolescentes assistidos pelas instituições filiadas são de famílias de baixo poder aquisitivo, que fazem o tratamento em centros especializados localizados longe dos seus municípios de origem. O que reforça a importância do papel das Casas de Apoio no acolhimento dos pacientes e familiares que vivenciam situação de vulnerabilidade física e emocional.

As Casas de Apoio são locais em que pacientes e um familiar são acolhidos durante o período do tratamento e proporcionam, gratuitamente, hospedagem, alimentação, transporte, medicamentos, exames, atividades lúdicas e educacionais e também outros cuidados que vão além do atendimento necessário, tais como carinho, atenção e apoio psicológico.

Rilder Campos, presidente da Coniacc
“As Casas de Apoio sobrevivem de doações de pessoas físicas, de empresas e, na verdade, da solidariedade daqueles que se sensibilizam com a causa. Cada criança ou adolescente com câncer representa um custo médio diário de R$ 100, valor duplicado quando se contabiliza as despesas de um acompanhante”, explica Rilder Campos, presidente da Coniacc e da Casa Durval Paiva (Natal/RN), uma das instituições filiadas Coniacc.

O câncer infantojuvenil

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer é a principal causa de morte por doença entre crianças e adolescentes; a cada ano surgem 12.600 novos casos no país. Mas quando o câncer é identificado a tempo, o índice de cura pode chegar a 80%. A Ação Infância e Vida 2018 vai até 30/09. Durante todo o período da campanha serão divulgadas iniciativas de mobilização e incentivo à participação. Conheça as Casas de Apoio filiadas à Coniacc. Casas de Apoio filiadas à Coniacc

Saiba mais sobre a Ação Infância e Vida: bb.com.br/infanciaevida. Doe, participe, divulgue. Mude a história de uma criança com câncer!