O que é ser voluntário?

18/04/2013 09:57

Conceitos mais utilizados sobre o trabalho voluntário:

“Voluntário é o cidadão que, motivado pelos valores de participação e solidariedade, doa seu tempo, trabalho e talento, de maneira espontânea e não remunerada, para causas de interesse social e comunitário". (Comunidade Solidária, Comunitas)
 
“Voluntário é o jovem ou o adulto que, devido a seu interesse pessoal e espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem-estar social ou outros campos.” (Organização das Nações Unidas - ONU)
 
Nessas definições se encontra a principal motivação para o exercício do voluntariado: a satisfação.

O trabalho voluntário gera uma realização pessoal, um bem-estar interior originado do prazer de servir a quem precisa. É um sentimento de solidariedade e amor ao próximo aliado à importância de sentir-se socialmente útil.

No voluntariado, todos ganham: o voluntário, aquele com quem o voluntário trabalha e a comunidade.

O serviço voluntário é uma realidade antiga no Brasil e, desde 1998, há uma legislação específica para a prática do voluntariado, criando respaldo jurídico para facilitar a profissionalização do serviço voluntário.

 

Dez dicas sobre voluntariado:

1. Todos podem ser voluntários: Não é só quem é especialista em alguma coisa que pode ser voluntário. Todas as pessoas têm capacidades, habilidades e dons. O que cada um faz bem pode fazer bem a alguém.

2. Voluntariado é uma relação humana, rica e solidária: Não é uma atividade fria, racional e impessoal. É relação de pessoa a pessoa, oportunidade de fazer amigos, viver novas experiências, conhecer outras realidades.

3. Trabalho voluntário é uma via de mão dupla: O voluntário doa energia e criatividade, mas em troca ganha contato humano, convivência com pessoas diferentes, oportunidade de aprender coisas novas, satisfação de sentir-se útil.

4. Voluntariado é ação: Não é preciso pedir licença a ninguém antes de começar a agir. Quem quer vai e faz.

5. Voluntariado é escolha: Não há hierarquia de prioridades. As formas de ação são tão variadas quanto as necessidades da comunidade e a criatividade do voluntário.

6. Cada um é voluntário a seu modo: Não há fórmulas nem modelos a serem seguidos. Alguns voluntários são capazes, por si mesmos, de olhar em volta, arregaçar as mangas e agir. Outros preferem atuar em grupo, juntando os vizinhos, amigos ou colegas de trabalho. Por vezes, é uma instituição inteira que se mobiliza, seja um clube de serviços, uma igreja, uma entidade beneficente ou uma empresa.

7. Voluntariado é compromisso: Cada um contribui na medida de suas possibilidades, mas compromisso assumido é para ser cumprido. Uns têm mais tempo livre, outros só dispõem de poucas horas por semana. Alguns sabem exatamente onde ou com quem querem trabalhar. Outros estão prontos a ajudar no que for preciso, onde a necessidade é mais urgente.

8. Voluntariado é uma ação duradoura e de qualidade: A função do voluntário não é tapar buracos e compensar carências. A ação voluntária contribui para ajudar pessoas em dificuldade, resolver problemas, melhorar a qualidade de vida da comunidade.

9. Voluntariado é uma ferramenta de inclusão social: Todos têm o direito de ser voluntários. As energias, os recursos e as competências de crianças, jovens, pessoas portadoras de deficiência, idosos e aposentados podem e devem ser mobilizadas.

10. Voluntariado é um hábito do coração e uma virtude cívica: As formas de ação voluntária são tão variadas quanto a criatividade do voluntário e as necessidades da comunidade.

 

Orientações gerais – Sítio do Voluntariado BB

O instrumento de mobilização e promoção do voluntariado em rede do programa é o Sítio Voluntariado BB. Nele, o voluntário do BB – funcionário da ativa ou aposentado e seus convidados podem estabelecer o protagonismo necessário para propor ações e campanhas para as entidades e comunidades que recebem seu apoio.

Além disso, esse é o espaço em que o Banco vai propor e divulgar oportunidades de atuação em ações institucionais, com possibilidade de receber apoio financeiro institucional ou não.

 

Faça seu cadastro para ter acesso a todo o conteúdo exclusivo do site!

 

1. Confirmar o Cadastro: ao se cadastrar, você receberá um e-mail de confirmação e validação de login e senha.

2. Criar seu Perfil: feito o cadastro, você poderá criar e editar a sua página de perfil, onde poderá falar um pouco de si, colocar fotos, trocar mensagens com outros usuários e visualizar as ações das quais participa.

3. Participar das Ações: você encontrará uma galeria de ações, criadas pela empresa (ações corporativas) ou pelos voluntários cadastrados (ações independentes), e poderá participar daquelas com as quais se identifica ou segui-las.

4. Criar suas Próprias Ações – Ações Independentes: além de participar das ações existentes, você também pode criar a sua própria. Basta clicar no link Criar Ação em seu perfil.

5. Apresentar Instituições: se você tem envolvimento com alguma instituição, pode criar uma página para ela no portal. Basta clicar em Criar Nova Instituição em sua página de perfil e, em seguida, preencher os dados da instituição no formulário.

Depois de criar a instituição, outras pessoas interessadas poderão conectar-se a ela. Você também poderá criar ações independentes e relacioná-las à instituição.

 

Como participar?

Você tem força de vontade e quer contribuir para a construção de um mundo melhor? Então, você tem tudo para ser um voluntário!

Nas comunidades, nos grupos de autoajuda e clubes, nas igrejas, nas associações culturais e esportivas, nas instituições sociais e nas empresas, muitas pessoas ajudam umas às outras.

Ao doar sua energia e generosidade, você está respondendo a um impulso humano básico: o desejo de ajudar o próximo, de colaborar, de compartilhar alegrias, de aliviar sofrimentos e de melhorar a qualidade da vida de alguém que precise.

Ao nos preocuparmos com os outros, ao nos mobilizarmos por causas de interesse social e comunitário, estabelecemos laços de solidariedade e confiança mútua que nos protegem em tempos de crise, que tornam a sociedade mais unida e fazem de nós seres humanos melhores.

Pelos benefícios que traz para quem pratica, para as pessoas com quem o voluntário se relaciona e para a sociedade como um todo, o voluntariado merece ser valorizado, apoiado, divulgado e fortalecido.

Quem já é voluntário encontrará aqui um espaço para compartilhar sua experiência. Quem ainda não atua, vai poder conhecer o que outros voluntários e organizações sociais estão fazendo para aprender e participar com eles.

 

 

 

Últimas notícias